Zagueiro Iago Maidana, novo reforço do Sport, é agora assessorado pela Inovem Comunicação

Zagueiro Iago Maidana, novo reforço do Sport, é agora assessorado pela Inovem Comunicação

O zagueiro Igor Maidana, reforço do Sport, é o novo assessorado da Inovem Comunicação. A partir de hoje, passamos a ser responsáveis pela comunicação do atleta. Ficamos à disposição da imprensa para qualquer situação relacionada à imagem do jogador.

Emprestado pelo Atlético-MG, clube pelo qual atuou nos dois últimos anos, Iago também tem passagens por Paraná, São Paulo, São Bernardo e Criciúma.

Aos 24 anos, o defensor chega ao clube pernambucano para a disputa do Pernambucano, Copa do Nordeste e do Campeonato Brasileiro. Apesar de jovem, Maidana estreou como profissional em 2014 e tem trajetória vencedora na base do Criciúma e do São Paulo, chegando a ser campeão da Libertadores Sub-20 pelo Tricolor.

Em 2015, o atleta foi vice-campeão do Mundial Sub-20 com a Seleção Brasileira, após grande campanha no torneio mais importante dessa categoria.

Em meio à paralisações de campeonatos, Souza e Lima disputam semifinal decisiva na Arábia Saudita

Em meio à paralisações de campeonatos, Souza e Lima disputam semifinal decisiva na Arábia Saudita

Em meio à pandemia do novo coronavírus, que cancelou diversos eventos esportivos em todo o mundo, uma dupla brasileira entra em campo para se aproximar mais da busca por título na Arábia Saudita, neste domingo (15). Com o lateral-esquerdo Lima e o volante Souza, o tradicional Al Ahli enfrentará o rival Al Nassr, pelas semifinais da King’s Cup, a Copa do Rei da Arábia Saudita. A partida acontece com portões fechados, às 14h45 (horário de Brasília).

Ambos buscam a primeira taça com a camisa do clube. Souza, aos 31 anos, faz sua segunda temporada pelo Al Ahli. Líder e referência do elenco, o meio-campista acumula 41 partidas pela equipe. Já Lima chegou à Arábia Saudita nesta temporada, como um dos mais laterais mais caros do futebol local, e já é dono de excelentes números: dois gols e quatro assistências.

“Estamos na expectativa por esse confronto. É considerado o duelo do ano para o time. Infelizmente, não teremos torcida em nossa casa para nos apoiar em um embate único contra um rival, que é o campeão da Liga passada…A gente está muito ansioso por essa partida, pois ela pode carimbar nosso passaporte para a final e fazer com que disputemos um título neste ano. É o que todos querem. Esperamos fazer um bom jogo e garantir a vaga”, afirmou Souza.

Em partida única, o ganhador encara o classificado da outra semifinal, disputada entre Al Hilal e Abha, também no domingo (15). A temporada é positiva até aqui. Na Liga Árabe, o Al Ahli está na quarta colocação, enquanto na Liga dos Campeões da Ásia, a equipe está na liderança do seu grupo.

“Vai ser um grande jogo, contra um time tradicional aqui na Arábia Saudita.O Al Nassr é o atual campeão da Liga e tem grande jogadores, com alguns brasileiros de destaques. Acredito que será mais um duelo equilibrado, como foram os dois confrontos da atual temporada, com dois empates”, analisou Lima.

“Infelizmente não poderemos ter a presença da torcida, no nosso estádio. O jogo será de portões fechados e isso faz um pouco de diferença. Temos torcedores que apoiam bastante, então será complicado…Mas será uma grande semifinal. Queremos vencer e chegar à decisão desse torneio, que é muito importante. O Al Ahli tem uma tradição forte na competição, já venceu muitas vezes (13), mas faz alguns anos que não ganha um título aqui. É uma excelente oportunidade para gravar nosso nome na história do clube”, completou.

Sobre a situação do impacto do coronavírus, Souza comentou: “Estamos um pouco apreensivos com todos esses vetos que estão acontecendo no futebol europeu. A gente não sabe se vai chegar até aqui. Por enquanto, o jogo está confirmado, com nada especial, apenas sem público, como foram os últimos. Estamos observando o que vai acontecer…A Arábia Saudita já fechou a fronteira com vários países e não saem e nem entram voos de várias nações da Europa. Então, estamos na expectativa”.

Em alta e com sequência de gols na Copa do Brasil, Daniel Bessa projeta confronto do Goiás contra o Vasco

Em alta e com sequência de gols na Copa do Brasil, Daniel Bessa projeta confronto do Goiás contra o Vasco

Contratado este ano pelo Goiás, Daniel Bessa tem sido um dos destaques da equipe na temporada. O camisa 10, que voltou ao Brasil após quase dez anos na Europa, já soma oito partidas, com três gols, uma assistência e um pênalti sofrido. Dessas redes balançadas, duas foram na Copa do Brasil, competição na qual o Esmeraldino volta suas forças nesta semana. Nesta quinta-feira, em São Januário, a equipe enfrenta o Vasco pela terceira fase.

De pênalti (que ele mesmo sofreu), Bessa fez nos 2 a 0 frente ao Santo André. Na estreia, deixou o seu nos, também, 2 a 0 contra o Fast.

– Vimos como foi contra o Santo André, em uma semana difícil pela situação que estávamos vivendo. Mas fomos e conseguimos a vitória. Temos que entrar concentrados, fazer o que o professor está nos pedindo, pois temos muito a melhorar. Estávamos precisando de melhores resultados, que vieram nas últimas partidas, mas é muito fácil cair de novo.
O ambiente estava precisando, um melhor entrosamento, mas temos que continuar equilibrados para buscar bons resultados – avaliou Daniel.

– Vamos buscar entrar mais confiantes, motivados pelas vitórias na Copa do Brasil, mas também sabendo que não podemos dar brecha ao adversário que é muito forte em casa e conta com jogadores de qualidade. Podemos ir lá bater de frente e tentar trazer um bom resultado. Com certeza vamos nos entregar ao máximo e desempenhar o melhor que a comissão técnica nos passar – completou o meio-campo.

Apesar das redes balançadas neste início de novo clube, o meio-campo tem alternado suas funções, como segundo volante ou meia. Aos 27 anos, já trabalhou das duas maneiras na Europa e se coloca à disposição para o que o treinador precisar diante do Vasco:

– Conversei com o professor Ney Franco, naquele momento em que as coisas não estavam funcionando como a gente queria. Falei com ele que, independentemente do número às costas, humildemente, que tenho um pouco de dificuldade de jogar de costas, de ficar longe do jogo. Disse que fico mais à vontade como segundo volante, algo que aconteceu contra o Santo André, mas que estaria preparado para ajudar também em outras funções, em caso de ele precisar.

No último fim de semana, após vencer o Santo André na quinta-feira, Bessa foi poupado na vitória por 1 a 0 sobre o Iporá. Mesmo ausente em campo, ele compareceu às arquibancadas para apoiar os companheiros. Diante do Vila Nova, na rodada anterior, ele também não atuou. O processo faz parte da evolução física e técnica do atleta, com treinamentos específicos nesses dias dos compromissos.

– Aqui no Brasil são muito jogos, bem diferente lá da Itália, o que dificultou um pouco no início. Mas agora as coisas já estão melhores e estou me sentindo muito bem para sequência. Fiquei fora de dois jogos recentemente, por conta de alguns desgastes, e optamos por preservar em algumas partidas, o que foi bom para mim e os companheiros deram conta do recado – finalizou o camisa 10.

Após enfrentar o Vasco, pela Copa do Brasil, o Goiás volta suas forças no domingo diante da Aparecidense, pelo Campeonato Goiano. Na próxima quarta-feira, decisão novamente diante do clube carioca, em partida de volta desta terceira fase.

PUC-SP e Live Arena lançam curso presencial pioneiro de Psicologia e Carreira em eSports

PUC-SP e Live Arena lançam curso presencial pioneiro de Psicologia e Carreira em eSports

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e a Live Arena, plataforma de educação voltada para o mundo dos games (jogos eletrônicos), lançam o curso “Psicologia e Carreira em eSports”, que terá início a partir do dia 28 de março, no Campus Vila Mariana. As inscrições podem ser realizadas através do site da universidade (clique aqui) https://www.pucsp.br/pos-graduacao/especializacao-e-mba/psicologia-e-carreira-em-esports#inscricoes

Será o primeiro curso da PUC-SP voltado para o mundo gamer, fruto de uma parceria entre O Janus (Laboratório de Psicologia e TICs, da PUC-SP ) e a Live Arena que, por sua vez, foi pioneira no segmento ao lançar seu projeto de educação, com cursos presenciais, em novembro de 2018.

O projeto é voltado para profissionais graduados: psicólogos que queiram aperfeiçoar conceitos, competências e habilidades para trabalhar no mercado de eSports; profissionais graduados em ciências relacionadas a eSports – educadores físicos, técnicos esportivos, fisioterapeutas, nutricionistas, médicos, interessados em se desenvolver como gestores de atletas e times; gestores de clubes de eSports, managers de Gaming Houses, com diploma de graduação.

“O curso é destinado a psicólogos e a todos os profissionais que estão envolvidos diretamente com atletas de alta performance em eSports. É uma oportunidade única de profissionalização neste mercado”, afirma Ivelise Fortim, professora e coordenadora da PUC-SP.

“O curso surgiu com a união de uma equipe multidisciplinar atuante há bastante tempo no cenário Gamer. Desenvolvemos conceitos específicos para que os profissionais estejam preparados e ofereçam todo o suporte necessário ao atleta de eSports, na rotina de treinos, melhoria de performance e na gestão de carreira pessoal, profissional e financeira. Jogar video game antes era apenas uma distração e divertimento. Hoje, virou profissão, e toda profissão necessita de estudo, acompanhamento e dedicação”, ressalta Adriana Noronha, sócia e idealizadora do projeto de educação da Live Arena.

As coordenadoras do curso serão as professoras Ivelise Fortim, da PUC-SP, e Adriana Noronha, sócia da Live Arena. Também formam o Corpo Docente os professores Airini Bruna Cucco Paulo ( Redemption Esports POA), Claudio Godoi (Team Liquid), Gabriella Machado (Live Arena), Graziela Cirino, Juliana Aparecida de Oliveira Camilo (PUC-SP), Laura Castelhano (PUC-SP), Natalia Zakalski (INTZ), Roxane Pirro e Lucas Almeida (INTZ).

A proposta da parceria é fornecer uma visão das possibilidades de atuação do psicólogo em eSports, além de instrumentalizar os demais envolvidos com os atletas (profissionais de educação física, fisioterapeutas, treinadores e gestores de times) a lidarem com as questões emocionais e de carreira, proporcionando, assim, melhoria na performance e alto rendimento.

O curso tem por objetivo discutir, com psicólogos e gestores de times, as questões emocionais vivenciadas pelos atletas de alto rendimento nessa modalidade, bem como estes se relacionam com suas carreiras. Também visa permitir e provocar diferentes olhares e intervenções em eSports, bem como as suas relações com outros profissionais, tais como comissão técnica, familiares, patrocinadores, entre outros.

SOBRE Live Arena
www.livearena.com.br
Localizada na Vila Leopoldina, em São Paulo, a Live Arena é uma arena multiuso do universo gamer, inaugurada em outubro de 2017 como a primeira e exclusiva do segmento, com o objetivo de fomentar e desenvolver a cultura dos games e esportes eletrônicos no Brasil. Possui 230m² distribuídos em dois andares e arquibancada retrátil, ateliê de Cosplayer & Cosmaker e ainda um espaço no condomínio para o público. O local é o ponto de encontro para clubes, “pro players”, “influencers”, apoiadores e marcas. A Live Arena possui estrutura de equipamentos de alta tecnologia, que atende de forma única os eventos presenciais com transmissão de qualidade. No fim de 2018, a Live Arena lançou seus primeiros cursos presenciais voltados para o ecossistema. Na ocasião, foram três modalidades disponíveis: Pro Player de League of Legends, Criação de Conteúdo e Cosplayer/Cosmaker. A experiência se repetiu em maio e em dezembro de 2019 e reuniu, ao todo, mais de 100 alunos.

De volta ao Shakhtar Donetsk, Fernando mira novas conquistas e boa campanha na Liga Europa

De volta ao Shakhtar Donetsk, Fernando mira novas conquistas e boa campanha na Liga Europa

O atacante Fernando retornou ao Shakhtar Donetsk em janeiro e pôde comemorar nesta quarta-feira (4) mais uma vitória com a camisa do clube. Totalmente recuperado de lesão, ele entrou no segundo tempo do triunfo sobre o Dnipro-1, por 4 a 1, pelo Campeonato Ucraniano, e vai construindo uma nova sequência pela equipe. Fernando reestreou oficialmente pelo Shakhtar no último domingo (1), em duelo contra o Vorskla Poltova, também pela competição nacional – após ter boa sequência de atuações nos amistosos do time na intertemporada. Na última quinta-feira (27), o atacante já tinha sido relacionado para o embate contra o Benfica, pela Liga Europa, em que os ucranianos saíram classificados às oitavas de final.

“Fico muito contente em estar totalmente recuperado e poder voltar a atuar. Tive uma boa adaptação aqui na Ucrânia desde o início da minha trajetória, fazendo boas partidas no meu primeiro ano pelo Shakhtar e já conquistando títulos. Espero poder ajudar novamente e somar ainda mais conquistas”, afirmou o atacante, que fez 22 partidas, marcando dois gols e somando uma assistência na sua primeira temporada na Ucrânia.

Fernando foi contratado pelo Sporting (POR), por empréstimo, em agosto de 2019, mas em decorrência de problemas físicos pouco atuou pela equipe portuguesa. De volta ao Shakhtar, clube que chegou em 2018, após ser comprado junto ao Palmeiras, o atacante esperar retomar a boa fase e ampliar a galeria de troféus. Na temporada 2018/19, o time fez a “dobradinha” nacional, conquistando a Liga e a Copa Ucraniana.

Na atual, o Shakhtar Donetsk lidera o Ucraniano, com 13 pontos de vantagem para o Zorya Luhansk, segundo colocado. Além da boa fase em território local, a equipe está nas oitavas de final da Liga Europa e enfrenta agora o Wolfsburg (ALE).

“A Liga Europa é uma competição extremamente difícil. Esperamos mais um confronto duro na próxima fase, contra um rival da Bundesliga, mas estamos nos preparando muito bem, com muito foco desde a intertemporada, para poder voltar a fazer uma grande campanha em competição europeia”, disse Fernando, que disputou a Liga dos Campeões na temporada 2018/19.

O atleta fez parte do ciclo de convocações da Seleção Brasileira para o Sul-Americano Sub-20 de 2019, mas não disputou a competição por motivo de lesão. Aos 21 anos recém-completados, Fernando tem idade para a disputa dos Jogos Olímpicos 2020.